quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Como fazer upgrades em Guitarras ! (Comprando uma guitarra Parte VI)

Olá ! Chegamos na última parte do nosso artigo sobre as coisas mais importantes a se considerar quando vamos comprar uma guitarra. Se você não leu as partes anteriores, pode acessá-las pelos links abaixo:

Parte I
Parte II
Parte III
Parte IV
Parte V

Nesse post, vamos analisar a questão dos famigerados "upgrades", que tanto mobilizam os fóruns de guitarra. De longe, esse é o assunto em que mais bobagens são faladas nessas comunidades, então vamos estudá-lo detalhadamente.

O que é fazer um upgrade na guitarra ?


Um "upgrade" seria a princípio trocar una ou mais peças de uma guitarra com o objetivo de melhorá-la em um ou mais aspectos, como o timbre, estabilidade da afinação e conforto de tocar. Nada mais do que isso.

Mas vejam só, nos anos 60 e 70, quase não havia esse conceito de "upgrade". Não se trocavam peças de uma guitarra, a não ser em caso de quebra e nesse caso, provavelmente seria colocada uma peça exatamente igual. Isso quer dizer que todos aqueles sons de guitarras maravilhosos gravados por Jimi Hendrix, Cream, Pink Floyd, Sabbath e outros foram gravados com guitarras "stock", ou seja, instrumentos que eram usados do jeito que saíram das fábricas. Quando muito, mandavam reenrolar os captadores ou mudavam alguma coisa na parte elétrica para conseguir um timbre mais pessoal mas a quase totalidade dessas gravações foram feitas com instrumentos 100% stock ! Quando pensamos nisso, chega a ser uma comédia o caso do moleque que ganha uma Fender Stratocaster USA do pai e antes mesmo de receber a guitarra (ou aprender a tocar...) já planeja trocar os captadores stock por Texas Specials para ter "o som do SRV" ! Mais para o final dos anos 70, a indústria de componentes paralelos, em especial os fabricantes de captadores, começou a ganhar força, explodindo na década de 80 com o seu metal que exigia alto ganho e muita compressão.

Hoje, o desenvolvimento da indústria de componentes paralelos chegou a um tal ponto onde se pode comprar de tudo: braços, corpos, ferragens, captadores, etc. Mas aí temos que fazer uma diferenciação, atenção nesse conceito: uma guitarra de braço parafusado (Stratocaster, Telecaster) é tão boa quanto a soma das suas partes. Já uma guitarra de braço colado (Les Paul, SG) é um todo. Entenderam ? Você pega uma Stratocaster e pode melhorá-la o tanto que quiser, já que possível ir trocando tudo, até que nada mais reste de uma guitarra original. Mas em uma guitarra de braço colado, isso não é possível (ou, pelo menos, não é tão fácil) então a qualidade de construção dessa guitarra é muito mais importante de ser levada em conta ao adquirirmos o instrumento. Entendido ?

Muito bem, agora que já sabemos o que é um "upgrade" de guitarra, precisamos "apenas" saber a resposta das seguintes perguntas:


  • Por que trocar ?
  • Quando trocar ?
  • O que trocar ?
  • E o principal...  QUANTO GASTAR ?!

Lendo o que se escreve sobre upgrades nos fóruns da internet e conversando com Luthiers posso afirmar com grande margem de segurança o seguinte:


"90% dos upgrades planejados nada mais são do que jogar dinheiro fora !"


A causa disso é que esses upgrades são planejados em cima de premissas erradas. Vamos ver alguns desses "brilhantes" raciocínios mais comuns que levam guitarristas iniciantes (e também alguns experientes !) a desperdiçar recursos:
  • "Stratocaster barata + peças de primeira = Fender !"
  • Quero o timbre do guitarrista "X" então tenho que usar os captadores "Y" !
  • "Estou sem grana agora, pego uma guitarrinha barata e vou melhorar ela aos poucos..."
  • "Minha guitarra tem as mesmas madeiras que uma Fender americana então vou investir nela !"
  • "Meu professor me falou que a Epiphone dele com caps Seymour Duncan é melhor que qualquer Gibson !"
E por aí vai ! Quem nunca leu coisas assim em fóruns ?! São idéias que até têm uma certa lógica por trás delas. O problema é que dificilmente se chega a um bom resultado em termos de custo x benefício.

Vamos ver um exemplo prático para facilitar esse entendimento. Vamos supor que eu comprei uma Strat SX SST57, uma ótima guitarra para iniciantes (leia minha review sobre essa linha aqui), mas quero melhorar essa guitarra até que ela fique em um nível de um "instrumento profissional". Ora, essa guitarra, do jeito que ela vem de fábrica atende perfeitamente as necessidades do iniciante, vc pode usá-la para as aulas, estudar em casa, ensaios com sua banda e até em pequenos shows. Em princípio, não tem necessidade de trocar nada. Mas ainda assim, eu quero "investir na guitarra", então levo em um Luthier, explico o que eu quero e ele me sugere trocar os captadores, ponte e tarraxas e me apresenta o seguinte orçamento das peças e serviços:
  • Jogo de captadores Fender Texas Specials: R$ 600
  • Ponte Wilkinson: R$ 200
  • Jogo de taraxas Gotoh: R$ 180
  • Nut de osso: R$ 30
  • Serviço de troca de peças e regulagem: R$ 200
Vejamos então, o orçamento contém preços justos, não está exagerado. Mas só a guitarra custou R$ 500,00. Se eu fizer o upgrade acima, vou gastar R$ 1.210,00, então o custo total desse instrumento seria de R$ 1.710,00. Ora, mas com essa grana eu consigo comprar guitarras de nível profissional como uma Squier Classic Vibe, Yamaha RGX A2 e outras. Fora as possibilidades do mercado de instrumentos usados. Então, embora a guitarra vá melhorar com esses upgrades, NÃO VALE A PENA !

Vamos ver agora um segundo exemplo. Vamos supor agora que eu comprei a mesma guitarra (SX SST57), usei ela durante um ano enquanto estive aprendendo, depois montei uma banda com amigos e comecei a fazer ensaios. Mas, a nosssa banda faz principalmente covers de heavy metal e o som da guitarra não tem "peso" suficiente. Levo a guitarra no Luthier que me recomenda colocar um captador GFS tipo rails, que tem ótima qualidade na ponte. Esse captador custa cerca de R$ 130 e o serviço completo ficará em R$ 210,00. Nesse caso, o upgrade não ficou caro e resolveu meu problema, posso ficar com essa guitarra mais um tempo até resolver trocá-la por uma melhor.

Analisando os dois exemplos acima, fica claro a questão do custo x benefício. Embora não existam regras rígidas para upgrades, recomendo atentar para a seguintes observações:
  • Se possível, compre uma guitarra que não precise de upgrades.
  • Não gaste em upgrades mais do que o valor da guitarra.
  • Quando trocar alguma peça, guarde as antigas, pois caso queira vender a guitarra no futuro é melhor vendê-la original e ficar com as peças do upgrade


Bom, agora que já estamos posicionados no assunto, vamos analisar os principais tipos de upgrades, aqui vou colocar minhas opiniões pessoais, não quer dizer que eu seja o dono da verdade, ok ?

Upgrades de Tarraxas


"Véi, minhas tarraxas não seguram a afinação, dou uma alavancada e tenho que afinar tudo de novo, vou manda botar um jogo de tarraxas com travas pra ficar de boa !"

Não segura a afinação porque vc não sabe colocar as cordas na guitarra !!! É isso mesmo ! Quase todos os casos onde alguém reclama que "as tarraxas não seguram a afinação", a culpa é que o guitarrista não sabem o modo correto de colocar as cordas. Aliás, as chamadas tarraxas "com trava" nada mais fazem do que "anular" o efeito das cordas mal colocadas.

Vamos aprender a maneira correta então ?!



Hoje, mesmo as guitarras mais baratas costumam vir com tarraxas seladas (também conhecidas como tarraxas blindadas). Nesse caso, Não existe necessidade de trocas, as desafinações devem ser causadas por cordas mal colocadas. No entanto, às vezes nos deparamos com instrumentos equipados por tarraxas vintage de péssima qualidade. Apenas nesse caso, talvez valha a pena pensar em troca. De qualquer maneira, sugiro observar o seguinte com relação ao upgrade tarraxas:

  • Evite comprar guitarras equipadas com tarraxas vintage, prefira as seladas.
  • Se tiver que trocar as tarraxas, substitua por outras da mesma família porém de boa qualidade, ou seja, substitua tarraxas vintage por outras também vintage. Mesma coisa para as seladas.

Upgrades de Ponte


Não recomendo fazer o upgrade de ponte. É um serviço que fica muito caro e exige um Luthier competente para conseguir bons resultados. Se a ponte da sua guitarra não é boa (e a maioria que equipa as guitarras baratas realmente não são) é melhor travar a ponte e não usá-la, no futuro vc compra uma guitarra melhor.

Se ainda assim quiser fazê-lo, sugiro observar o seguinte:

  • Não compre guitarras baratas com ponte Floyd Rose (já expliquei o por que aqui).
  • Se substituir uma ponte, substitua por da mesma família. Quer dizer, se for trocar uma ponte vintage, coloque outra também vintage, mesma coisa para as pivotadas e tipo Floyd Rose.
  • Verifique com o Luthier se o serviço pode deixar marcas ou mesmo exigir a repintura di instrumento. Isso é frequente quando vc troca um tipo de ponte por outro, contrariando a minha recomendação anterior. Por exemplo veja o que acontece se substituir uma ponte vintage por uma pivotada Wilkinson VS 100, as marcas dos parafusos originais da vintage ficam visíveis e muitos feias, veja:

Buracos visíveis pela troca de ponte


Upgrades de Captadores


Aqui, temos que estudar um pouco mais. Em geral, as guitarras mais baratas vêm equipadas com captadores do tipo cerâmico. Isso não quer dizer necessariamente que são ruins ou que precisem ser trocados. Infelizmente, existem guitarras que vêm com captadores tão ruins que acaba sendo mesmo necessário substituí-los. Esse problema é mais visível com captadores do tipo single. E a grande maioria das guitarras na faixa abaixo de R$ 400,00 costumam vir equipadas com esse tipo de captador.

E como vamos saber se um single cerâmico é bom ou ruim ? Em princípio pelo som, ruídos, etc. Em todos os casos, se pudermos abrir o escudo da guitarra e  pudermos ver os captadores por trás, a sua construção também é um indicador de qualidade. Veja a foto abaixo:

Tipos mais comuns de singles cerâmicos

A foto acima mostra os 3 tipos de single coils cerâmicos que costumamos encontrar. Da esquerda para a direita, o primeiro mostra um captador cerâmico de baixa qualidade, esse é o pior de todos. Note que ele tem apenas uma barra de imã retangular e os pólos não são vistos por trás. Já o segundo mostra os singles cerâmicos que costumam equipar as Fenders mexicanas e algumas japonesas. Esse é melhor dos três. Note que o os pólos ficam aparentes e existem duas barras de imãs em volta dos pólos. A terceira foto mostra um single que equipa as Strats SX, esse tem uma qualidade intermediária mas não podemos afirmar isso só pela sua construção, pois não vemos com é por dentro.

Então, caso a sua strat venha com esse tipo de cap cerâmico de má qualidade, pode valer a pena trocá-los. Nesse caso, recomendo vc colocar um set em alnico (singles que são feitos com imãs na liga alnico, abreviatura de alumínio - niquel - cobalto, eque equipam as Fender USA e outras strats de melhor qualidade). Existem fabricantes nacionais (Malagoli, Cabrera, Stellfner e outros) e também marcas importadas de ótimo custo / benefício (GFS, Kent Armstrong, Golden Age, Artec e outros). Recomendo vc observar a regra de não gastar mais do que o valor da guitarra nesse upgrade. 

Conselhos adicionais para o upgrade de captadores:
  • Se vc metal e tem uma strat com singles, pode ter um bom resultado com um cap tipo "rails" na ponte;
  • Atenção, os caps cerâmicos costumam ter uma saída (volume) maior do que os em alnico, então cuidado, pois vc pode fazer o upgrade e ter uma decepção;
  • Se sua guitarra tem singles cerâmicos de boa qualidade, só faça o upgrade para um set em alnico se souber bem o que quer e se tiver um amplificador de ótima qualidade, preferencialmente um valvulado;
  • Captadores são peças muito caras então só compre se tiver certeza do que vai receber, ou seja, não compre captadores cujo som vc não conheça.

Upgrades não recomendados !


Sugiro que você não faça jamais os seguintes upgrades, são "micos" terrríveis, hehe !
  • Roller Nut: poucos Luthiers sabem instalar, roletes enferrujam e outros problemas.
  • Trocar trastes: Poucos Luthiers fazem esse trabalho bem feito, se não gosta dos seus trastes melhor vender a guitarra e comprar outra;
  • Pintura: recomendo não mexer na pintura do instrumento, vou fazer um post sobre isso;
  • Circuitos eletrônicos complicados, etc;
  • Escalopar o braço. (ok, não é upgrade mas é mico !)
  • Nenhum tipo de mudança que não seja reversível !


Conclusão


Terminamos então essa série com dicas a serem observadas quando se compra uma guitarra. Aprendemos sobre madeiras, braços e analisamos algumas questões importantes relacionadas com os upgrades. É muita informação ! Mas com isso, encerramos as séries de posts, digamos, mais didáticos. Daqui para a frente, vamos postar coisas mais pontuais e focalizadas em questões mais práticas. No próximo post, vou falar sobre cuidados que se deve observar quando se compra uma guitarra pela internet, até lá e abraços !





22 comentários:

  1. Porreta! suas analises me ajudaram muito, principalmente esta ultima, grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado ! Se puder, ajude a divulgar o Blog, abç !

      Excluir
  2. Amigo ,seu texto precisa de algumas revisões...

    Alnico não é " abreviatura de alumínio - niquel - cobre" ,mas sim aluminio niquel e cobalto.
    Veja aqui http://pt.wikipedia.org/wiki/Alnico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela ajuda amigo, já vou corrigir !

      Excluir
  3. Amigo, eu tenho uma Shelter Standard Sss e to pensando em colocar um captador hot rails da Seymour Duncan na posição da ponte pra poder ter um timbre mais pesado pra rock e metal. Vale a pena?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O resultado fica muito bom, o problema é que esse cap custa muito caro... Recomendaria vc comprar um Lil Killer da GuitarFetish, que custa $25, vc comprar direto no site deles com cartão internacional ou PayPal, os resultados também serão bons !

      Excluir
  4. Parceiro, me amarro muito no estilo do Malmsteen.. Sendo assim, estou sempre procurando essa guitarra, sabendo que nao vou encontra-la aqui no Brasil por menos de R$3800,00 Americana Fender StratoCaster Signature YJM estou certo? Mas achei uma no MercadoLivre, >>http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-471942345-fender-yngwie-malmsteen-stratocaster-chn-_JM<< com R$ 1379,00.. E fiquei com pé atras, ate mandei uma pergunta ao anunciante, se quiser da uma olhada no link, veja minha pergunta, com a resposta do anunciante ( Boa tarde amigo, o preço é este porque a guitarra é replica chinesa, as americanas , são o valor que vc informou mesmo, abração! ) Olhando na GuitarCenter, ela se encontra por $1699,00 dolars..

    Entao ai esta a minha duvida, vale a pena a chinesa do MercadoLivre? acredito q nao deve ser a mesma coisa... Oque voce me diz a respeito? é fria ?

    Abraçoss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem Anacleto ? Olha, aqui no blog eu não me sinto confortável para opinar sobre anúncios do ML, para dizer se a guitarra é falsa ou não, se é boa ou não, etc. Isso porque eu não tenho a guitarra em mãos e não dá para opinar com certeza sobre a qualidade baseado apenas em fotos, que inclusive podem ser falsas. Eu digo apenas uma coisa, se eu compraria ou não, e essa daí eu NUNCA compraria, ok ? ;)

      Excluir
  5. Primeiramente parabéns pelo post, certamente ajudou e ira ajudar muita gente.
    Agora minha duvida, toco em banda de garagem, amigos, fazemos algumas apresentações em festivais e tal, noto uma grande diferença na captação da guitarra do outro guitarrista pra minha, eu uso uma SX LP GG1 e ele tem uma se eu não me engano é CONDOR CLP 2...
    Ai li muitos tópicos e gostaria de saber pro estilo de musica que costumo tocar que é Grunge e Post Grunge, seria interessante fazer upgrade dos captadores da minha guita? qual seria uma boa opção ja q vejo em muitos lugares o pessoal falando mal dos Caps da SX LP..?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, a GG1 e a CLP possuem captadores de qualidade próxima. Se as duas guitarras estão com captação original, não deveria existir muita discrepância. Pode ser que a diferença esteja nos amplificadores, aliás, para o estilo que vcs estão tocando vale mais a pena investir em amplificador do que em captação nova. O que vcs estão usando de amplificação e efeitos ?

      Excluir
  6. Cara queria saber se essa guitarra é boa, li seus posts e queria sua opinião:http://www.submarino.com.br/produto/113026303/guitarra-stratocaster-dolphin-rocket-rock-in-rio-branca, só vou ter dinheiro para comprar a guitarra, e queria saber sobre fones para guitarra pois não posso ficar tocando pois tem bêbe em casa e já sabe como é. Queria saber sobre isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma guitarra adequada para iniciantes, já vi as guitarras mais recentes da dolphin e são instrumentos bem feitos. Note porém que essa guitarra só tem um único captador humbucker na ponte e não tem controle de tonalidade, isso diminui a versatilidade dela, se vc pretende tocar apenas rock'n roll tá valendo, caso contrário,seria melhor pesquisar outros modelos.

      Excluir
    2. Quantos aos fones, melhor comprar uma interface usb tipo guitarlink, vc liga no computador e pode tocar nas caixas ou no fone e ainda usa efeitos e simulações. É tipo isso aqui:


      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-562919067-usb-guitar-link-cable-cabo-p10-usb-no-brasil-_JM

      Excluir
  7. Depois de ler essa página sobre upgrades afirmo que nunca mais vejo nenhum assunto da pessoa que as postou... sei que é uma opinião própria mas na minha opinião fala muita besteira em uma curta página... não é porque uma pessoa não gosta de uma escala escalopada ou não sabe tocar em uma escala escalopada que ninguém tem que ter uma guitarra com a escala escalopada... muita besteira mas só vou citar essa.

    ResponderExcluir
  8. cara tenho uma tagima t635 das antigas, quero turbinar p deixar um timbre mais puxado p fender, é uma boa ideia? o que vc me sugere?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, essas tg635 antigas vinham com uma ponte muito boa, que inclusive tinha "big block" e também com nut de bronze. O problema delas era o controle de qualidade e a parte elétrica que era fraquíssima.

      Agora, a vocação dessa strat é ter um som mais porrada, o resultado do upgrade fica melhor se for nessa direção, nesse caso, recomendaria vc colocar 3 captadores iguais a esse são muito bons:

      http://www.eyguitarmusic.com/Alnico-V-Hot-Rail-Blade-Strat-Guitar-PickupWhite_p_1141.html

      Agora, se quiser tentar mesmo o som de strat mais tradicional da Fender, sugiro vc colocar um trio de singles em alnico, recomendo esse aqui que é muito bom e barato:

      http://www.eyguitarmusic.com/Powered-by-LACE-pickup1-Set-of-Single-OpenStaggered-topAlnico-VWhite-Pickup-Cover_p_348.html

      caso queira gastar um pouco mais, um trio fender Tex-Mex também rola legal.

      Nas duas opções, recomendo vc também refazer a parte elétrica, troque a fiação, os pots e a switch. No site que eu recomendei vende um kit com tudo isso:

      http://www.eyguitarmusic.com/Strat-Wiring-HarnessAlpha-pots-250KQuality-SwitchOrange-Drop-Capacitor-0022UFfor-Strat-3-Single-Coils_p_1365.html

      Excluir
  9. Olá tenho uma Epiphone Les Paul Standard, pelo número de série descobri que ela foi feita em quingdao em 2011 e estava querendo trocar os captadores dela por captadores gibson um angus young e outro um humbucker classic 57. Gostaria de saber se você conhece os captadores que vem com a guitarra se são bons e se essa troca seria legal. Busco um som tipo ac/dc, rock clássico. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme, os captadores que vêm nela são bons, é claro que os Gibsons são melhores mas não espere milagres, cuidado para não gastar muito e depois se decepcionar, vc já tem um bom amp valvulado ? Porque nesse tipo de som que vc quer é o que faz a diferença, abç.

      Excluir
    2. Um amigo meu está indo pro estados unidos e achei os dois captadores por U$ 200,00 na amazon. Então ainda não tenho um amp valvulado to pensando em comprar o marshall dsl 5c, moro em apartamento e acho que um amp mais potente ia criar slguns problemas com os vizinhos, quando toco ainda parece que to matando um gato hehehe Tem algum amp que você indicaria?
      Abs!

      Excluir
    3. Nesse caso, o upgrade de caps não vai lhe trazer benefícios, talvez seja vantagem comprar para aproveitar a oportunidade, te adianto que vc não vai perceber muita diferença, o valvulado seria para tocar em shows ou ensaios, para tocar em casa é complicado, até porque eles só soam bem quando se toca alto, sugiro vc comprar um amp com simulação digital, tipo vox valvetronix ou algum da linha da Roland, dê uma olhada também na linha da Borne, eles têm uns amps SS bacanas, é só comprar amp novo testando antes !

      Excluir
  10. Valeu pelas dicas! Vou dar uma olhada nesses amps que você citou. Quando escolher um aviso qual foi.
    Abçs

    ResponderExcluir