domingo, 3 de fevereiro de 2013

Como evitar quedas e batidas na sua guitarra !

Olá ! Primeiro post após minhas merecidas férias ! Uma coisa que chateia muito os iniciantes é a guitarra sofrer algum dano e ficar com marcas. Pense bem, depois de toda as dificuldades para conseguir ganhar ou comprar uma guitarra, o desgosto que é ver sua "querida" sofrer uma queda ou bater no móvel da sala e ficar com aquela "cicatriz" para o resto da vida...

O pior é quando as consequências são mais sérias. Se você tem acompanhado meus posts desde o início, já leu que guitarras do tipo Les Paul ou SG possuem o headstock mais frágil, não raro uma queda costuma quebrar o headstock. Já a Stratocaster são mais resistente, às vezes levam quedas horrorosas e saem sem um único arranhão !

Para quem toca em casa existem três tipos de "acidentes" mais frequentes:
  • A guitarra cai do pedestal porque você tropeçou no fio ou a empregada fez alguma bobagem !
  • A guitarra solta da correia enquanto você está tocando e cai no chão !
  • A guitarra sofre uma pancada enquanto você anda com ela pela casa.
Na verdade quando você sai de casa para tocar em shows ou ensaios existem outras possibilidades de acidentes com o transporte do instrumento, mas para quem toca em casa esses são os mais comuns.

E como resolver ? Bem, o ideal é que a guitarra ficasse no case ou no bag o tempo todo e você só tirasse ela de lá na hora de tocar. Infelizmente isso é meio complicado. Muitas vezes só temos tempo para tocar nos intervalos dos estudos e outras atividades e fica meio difícil guardar e tirar a guitarra cada vez que for tocar. Nesse caso, a melhor coisa é você comprar um pedestal de guitarra. O pedestal protege muito o instrumento porque sem ele, você acaba deixando a guitarra encostada em algum lugar de onde ela vai acabar caindo.


Quando for um pedestal, observe na loja a estabilidade dele em segurar o instrumento mesmo levando um esbarrão. Pessoalmente, eu gosto muito de um certo modelo que dobra todinho, parece uma aranha, hehe, com isso facilita muito o transporte para ensaios e shows. O pedestal é esse aqui:



Muito bem, mas o pedestal também gera um acidente desagradável que é quando você deixa a guitarra plugada no amplificador descansando no pedestal e ao sair, tropeça no fio fazendo  o instrumento estatelar no chão. Isso já aconteceu comigo pelo menos umas 30 vezes ! E é esse tipo de acidente que costuma quebrar o headstock das Les Pauls e SGs. Como resolver ? O ideal seria desplugar o cabo da guitarra toda a vez que colocar ela no pedestal mas isso é muito difícil, uma hora você vai esquecer. Então, a melhor solução é colocar o pedestal ao lado do amplificador em um canto onde não seja passagem, empurrando o fio para o canto quando parar de tocar. Mas acredite, mais cedo ou mais tarde esse acidente vai acabar acontecendo com você, assim como existe o "gnomo ladrão de palhetas", existe também o "duende derrubador de pedestais" !

Quanto as quedas causadas quando a guitarra solta da correia, existe uma solução chamada "straplock", mas não vou falar sobre isso agora porque raramente os iniciantes tocam com a guitarra em casa usando a correia, é mais comum praticar sentado. Em shows ou ensaios o straplock é uma boa, principalmente para os que gostam de dar pulos enquanto tocam !

E quanto a transportar a guitarra pela casa ? Nossa, essa eu levei anos para descobrir como fazer isso, acredite, existe uma posição ideal para andar com a guitarra pela casa sem perigo de batidas, olha pode achar tudo que eu já postei aqui no Blog bobagem mas essa dica você vai seguir ! A posição correta para andar com a guitarra pela casa é essa aqui !



Forte abraço a todos !

11 comentários:

  1. Excelente a posição de transportar pela casa, adotado. Obrigado por partilhar.

    ResponderExcluir
  2. também gostei da dica (: meu violão vive contundido prq carrego de qlqr jeito... ahahah. fica a dica pra guita que quero comprar :D

    ResponderExcluir
  3. Tenho acompanhado o blog, parabéns pelo trabalho!
    Para falar a verdade, gosto quando o instrumento vai adquirindo "relics naturais" ao longo do tempo. Não ligo muito para aquelas batidinhas e arranhões. Mesmo assim, as dicas são ótimas para evitar quedas maiores, que possam danificar gravemente a guitarra. Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Julio ! Nada contra o relic natural mas tens uns caras por aí que se casassem com Gisele Bundchen iam querer raspar a cara dela no asfalto para ficar 'vintage', rs... abç.

      Excluir
  4. Estou voltando a tocar guitarra e por sorte achei esse blog procurando info sobre a SST62 e SST57...

    Achei mto bom esse post sobre os acidentes mais comuns com uma guitarra, principalmente dentro de casa...

    Essa forma de segurar a guitarra eu tbm acabei desenvolvendo e me identifiquei agora que vi no pots, realmente é muito útil, hahahaha....

    ResponderExcluir
  5. Olá... muito bom o post. Mas fiquei curioso em saber qual modelo é seu pedestal. Estou a procura de um bom. Desde já, agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, os que eu tenho são da marca RMV ! abç

      Excluir
  6. No Cifra Club tem uma chuva de mensagens em relação a apoio de guitarra que encostam o braço de que pode empenar. Que, o correto seria usar aqueles mais baratos que encostam apenas o corpo da guitarra. É verdade ou mito?

    ResponderExcluir
  7. Não acredito muito. Esse tipo de suporte é utilizado por músicos profissionais no mundo inteiro, se forçasse o braço, o primeiro sintoma seria desafinar a guitarra e isso não é perceptível. Estes que só encostam o corpo eu não gosto, qualquer esbarrada a guitarra cai.

    ResponderExcluir