domingo, 23 de junho de 2013

Vale a pena comprar um amplificador valvulado ? - Amplificadores (IV)

Olá !

No post anterior, aprendemos os fatos básicos sobre válvulas, transistores e como funcionam os diversos estágios de um amplificador de guitarras.

Vamos juntar agora o que aprendemos para tirar algumas conclusões importantes na hora de escolhermos nosso amplificador.

Antes porém, vamos falar da simulação digital, que é um desenvolvimento tecnológico recente e está sendo cada vez mais incorporado nos amplificadores de guitarra, até mesmo pelos fabricantes mais tradicionais.

Simulação Digital de Amplificadores


Já sabemos que os modelos valvulados criaram as referências sonoras que moldaram o som do Rock e do Blues aprendemos a amar. Mas  estas "sonoridades", nada mais são do que parâmetros sonoros que dependem de tudo o que falamos anteriormente mais outras variáveis, como posicionamento dos microfones e construção da caixa de som. Através de análises matemáticas sofisticadas, os engenheiros conseguem decompor essas referências sonoras em parâmetros e dados, permitindo que algorítimos computacionais (programas) reconstituam a sonoridade original de um determinado amplificador.

Então, a simulação digital nada mais é do que o uso de algorítimos de simulação sonora em computadores para simular o som de um equipamento real. Esses programas podem rodar no nosso computador pessoal, são os chamados "plugins", como o GuitarRig e o Amplitube, podem rodar em um equipamento específico como é o caso do V-Amp e do Pod, podem rodar dentro de pedais e pedaleiras (nesse caso, os algorítimos são utilizados para gerar os efeitos e simular pedais mas as pedaleiras com mais recursos também simulam amplificadores), e, cada vez mais comum, os recursos de simulação já vêm embutidos nos próprios amplificadores, que, nesse caso, costumam ser conhecidos como "híbridos".

Uma pergunta comum: "mas isso funciona, o som gerado é igual ao de um valvulado ?"

Olhe, quem acompanha a evolução destes programas já há alguns anos sabem o tanto que eles melhoram a cada novo lançamento, hoje eu diria que estão muito próximos de suas referências e sua praticidade faz com que sejam cada vez mais utilizados não só em shows mas também em gravações profissionais.


Como escolher um Amplificador de Guitarra



Duas coisas vão determinar essa escolha: a sua disponibilidade financeira e o uso que você vai fazer do amplificador, o que envolve naturalmente o tipo de música que quer tocar.

Usando o computador como Amplificador de Guitarra !


Uma dica é que se você não tem muito dinheiro disponível, ao invés de comprar um amplificador pequeno e ruim, talvez seja bem mais interessante comprar uma interface tipo "GuitarLink" e tocar "plugado" no seu computador ou notebook. Como isso funciona ? Essas interfaces permitem que você ligue a guitarra em uma porta USB do seu computador e, através do uso de programas tipo GuitarRig e Amplitube simule o som de um amplificador de verdade, sendo que o som da guitarra vai sair nas caixas ou nos fones. Se você tiver caixas de boa qualidade vai conseguir um som excelente, e melhor, vai aprender a usar uma quantidade infinita de timbres e efeitos ! Na verdade, é possível fazer isso mesmo sem a interface USB, plugando a guitarra na entrada de microfone do computador usando um adaptador de plugues mas, nesse caso, o resultado final vai depender da qualidade da sua placa de som. Como uma interface USB custa menos de R$ 100,00, recomendo comprar uma.



Comprando o primeiro Amplificador de Guitarra !


Mas o ideal mesmo é comprar um amplificador, saiba que a partir do momento em que fizer isso pela primeira vez sua vida nunca mais será a mesma, rsrs, porque o karma de nós, guitarristas é viver uma relação de amor e ódio eterna com essas "caixinhas" !

O primeiro amplificador tem a função de ser usado como aprendizado mas o que acontece é que, após 6 meses ou um ano de aprendizado, você vai querer tocar em ensaios com seus amigos ou mesmo tocar em pequenos shows. Se seu amplificador for muito pequeno, não vai rolar. Melhor então comprar um amplificador que atenda a essas necessidades, certo ?

Tamanho do Auto-Falante


A primeira coisa que você deve olhar é o tamanho do falante. O ideal para um guitarrista é um "combo" (equipamento em que a caixa de som e o amplificador já vêm integrados em um mesmo gabinete ) com um auto-falante de 12". Esse único auto-falante será capaz de uma projeção sonora bastante satisfatória. No entanto, um amplificador assim pesa em torno de 20 kg. Parece leve mas não é. O peso depende muito do tamanho do auto-falante, então, caso queira um equipamento mais leve, pode comprar um com auto-falante de 10", se o equipamento for de boa qualidade ainda assim você conseguirá um bom som, mas sem a mesma projeção de um falante de 12". Não recomendo comprar amplificadores com auto-falante abaixo de 8".

Recursos embutidos do Amplificador


Quando começamos a tocar as despesas são muito altas. Temos que comprar a guitarra e pagar as aulas, que são caríssimas. Então, para evitar despesas tendo que comprar também uma pedaleira ou vários pedais, seria interessante que o nosso primeiro amplificador já incorporasse os efeitos mais importantes. Em outras palavras, que tenha recursos suficientes para precisamos apenas do amplificador e da guitarra para tocar. Assim, quando formos comprar um amplificador é importante observar os recursos que ele oferece, seria bastante desejável que ele tivesse dois canais separados um para o som "clean" e outro para o som com "drive" (distorção). É claro que a qualidade do "drive" gerado será um dos fatores determinantes de escolha. Além disso, procure um amplificador que tenha pelo menos os recursos de  "reverb" ou "delay", mesmo que esses efeitos sejam gerados digitalmente. Não precisa oferecer os dois, basta um para "molhar" o som ! Como você vai utilizar o equipamento para tocar em casa, é importante também que tenha a saída para fones de ouvido.




Potência do Amplificador



Dentro do conceito anterior de que o amplificador deve servir para o aprendizado, ensaio e pequenos shows, recomendo comprar um em torno de 50W de potência, caso seja transistorizado. Um detalhe é que os amplificadores valvulados, devido a maneira como trabalham as válvulas, possuem uma outra referência em termos de potência. Quero dizer que se você comprar um valvulado de 50W, possivelmente ou ficar surdo ou vai ser expulso do prédio se tocar no volume 2 desse amplificador ! As razões dessa discrepância são várias e ficaria muito extenso explicar isso em um blog para inciantes mas têm vários artigos interessantes na internet, é só pesquisar que acha. Então, caso compre um amplificador valvulado, pense alguma coisa em torno de 15W, que já não são pouca coisa em termos de valvulados.


Mas afinal, vale a pena comprar um amplificador valvulado ?


No post anterior comecei falando da minha fascinação pelas válvulas desde pequeno e reconhecendo a superioridade sonora dos amplificadores valvulados. Tive muitos valvulados e até cheguei a construir alguns. Mas hoje toco ao vivo usando apenas amplificadores transistorizados, com exceção de um pequeno valvulado Fender SuperChamp XD que eu uso para tocar em casa ou em shows em ambientes bem pequenos. O que aconteceu ? O meu problema com os valvulados é a confiabilidade deles. Tive alguns problemas, poucos mas chatos, com valvulados pifando no meio do show. Quando você transporta um equipamento valvulado existe o risco de que a trepidação gere algum problema com as válvulas ou seus soquetes. Valvulados trabalham em temperaturas altas e essa variação de calor às vezes traz problemas. Existe ainda uma questão atroz que são os problemas com a rede elétrica do local onde você vai tocar, se ela não estiver 100% (e geralmente nunca está !) os valvulados podem não gostar... E por fim, não sei explicar bem o por que mas os valvulados são "temperamentais", em uma noite o som está maravilhoso, em outra a mágica não acontece...

Sou ruim para lidar com esses aspectos, quero apenas ligar o amplificador e ter certeza que ela vai funcionar do jeito que eu espero para que eu possa tocar tranquilamente!

A verdade é que os valvulados dão muito mais problemas do que os amplificadores solid state, a manutenção é bastante cara, então, só recomendo a um iniciante comprar um amplificador valvulado se:
  • Se tiver na sua cidade assistência técnica ou um bom técnico de manutenção de valvulados
  • Caso você tenha pelo menos conhecimentos básicos de eletrônica que te permitam, por exemplo, trocar uma válvula você mesmo com segurança sem ser eletrocutado (não se esqueça que valvulados trabalham com tensão alta, em torno de 400V, possivelmente mortal e perigosa)  !

Por fim, vamos lembrar também que grandes guitarristas de vários estilos não usam valvulados e conseguem timbres fantásticos com equipamentos solid state. Lembro aqui do mestre B.B. King e do saudoso Pantera Dimebag Darrel.

Mas não se preocupe, se não for dessa vez que você vai comprar seu valvulado, um dia você terá um, aliás, terá vários, kkkk !

Abraços e até a próxima !










52 comentários:

  1. Mais um post interessante e útil aos guitarristas iniciantes como eu. Sou apenas um curioso e, como tal, me baseie neste blog e no blog do Paulo May para tentar aproveitar ao máximo meus poucos recursos. Acho que tem tem funcionado bem!

    ResponderExcluir
  2. Cara, tem uns valvulados da marca Hiwatt que, ouvi dizer, são extremamente robustos, ideal pra quem vive na estrada fazendo turnê...
    Já teve contato com essa marca? É boa mesmo?
    Cheguei a ver alguns no mercado europeu que passam dos 2000 Euros!!!!!
    http://www.thomann.de/gb/hiwatt_tube_guitar_combos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São ótimos amplificadores, inclusive tem um solid state (G100R) que é sensacional. Como a construção deles é muito boa acredito na durabilidade dos amps, abç.

      Excluir
  3. Amigo, o que achas do Ibanez TSA15 como primeiro valvulado? Dá pra fazer pequenos shows? Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem Vauto ? Olha, nunca toquei nesse valvulado mas pelas especificações dá tranquilo para ensaios e shows, já que tem 15W e falante de 12". abç !

      Excluir
  4. E esses ampls com diversos efeitos(não só drive e reverb) e simulações de amplis, vc acha que vale a pena ou é melhor comprar um com o básico(drive e reverb) e ir comprando pedais aos poucos?

    Parabéns pelo blog! Estou iniciando na guitarra e as informações que vc disponibilizou estão sendo de grande valia para mim, tanto que li o blog praticamente em um dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado ! Olha, eu acho que vale a pena sim, desde que vc possa pegar um equipamento de marca boa (Vox, Fender, Line 6, etc). É a solução ideal para tocar em casa e também rola em apresentações. Abç.

      Excluir
  5. Olá, muito boa a matéria.. troquei meu amp line 6 spider IV por um valvulado da meteoro mgv30 e tenho gostado muito do som do amplificador... Mas, gostaria aqui de sugerir uma matéria que reputo interessante e quase ninguém fala sobre ela... como timbrar uma guitarra ou no caso um amplificador.. mais graves, menos agudos, vice e versa, mais ou menos médios e que tipo de som poderá obter nele.. rock clássico, blues, hard rock, metal etc... obviamente varia-se a cada amp.. mas creio que um norte sobre isso seria bem legal...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que é um assunto muito amplo para um blog focado nos inicinates, depende de equipamentos, cadeia de efeitos e tipo de som que se quer tirar. A única dica que poderíamos dar é iniciar a busca pelo timbre desejado com os controles do amp na posição flat (meio do cursor) e ir ajustando um a um os knobs, isso com a guitarra direto no amp. abç.

      Excluir
  6. MadGuitarMan,

    Queria deixar uma sugestão: você já escreveu sobre guitarras para iniciantes e amps para iniciantes. Que tal um post sobre pedais para iniciantes? Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá. Li o seu blog todo da primeira até a última postagem. Antes de mais nada parabéns. Está fazendo um ótimo trabalho, principalmente na parte das Fender Modern Player (eu que postei aquele comentário anônimo lá) e dos amplificadores valvulados.
    Bom, gostaria no entanto de tirar uma dúvida sobre amplificadores com você depois de ter lido o seu blog completo.
    Eu ganhei a muitos anos atrás quando ainda tinha pouco tempo como guitarrista um Cabeçote Peavey 5150 E Caixa Marshall 1960a 4x12 de presente de um ex sogro riquinho e sofredor de G.A.S. Quando ele comprou algo mais caro (e que ele julgava ser melhor) ia se desfazer dessa caixa e desse cabeçote, perguntei como quem não queria nada qual seria o fim que ele ia dar nele. Notando meu interesse ele simplesmente colocou no caçamba e deixou na minha casa. Por este motivo, eu sempre tive um equipamento que atendia todas as minhas necessidades e muito melhor do que eu jamais poderia comprar. Por este motivo, nunca quis saber e nem aprender sobre amplificadores. Ocorre que agora vou montar um estúdio onde serei sócio do meu primo e como esse equipamento é profissional ele vai para o estúdio na próxima semana.
    Ou seja, vou ficar sem ter onde ligar minha Fender Modern Player. Agora surgiu necessidade de aprender sobre amplificadores para saber qual será uma boa compra. Queria um amplificador com speaker de 12''. Tenho um problema com barulhos onde eu moro e para acabar com o problema quero um que tenha saída para phones de ouvido e que tenha uma boa qualidade nesse quesito. Ao mesmo tempo precisa de uma potência razoável para eu poder tocar com meus amigos no final de semana. Não sei se seria interessante pegar outro valvulado e se existe essa possibilidade na faixa de R$1.000,00 ou se nesse caso seria melhor um transistorizado. Andei pesquisando e me interessei pelo Fender Mustang V2, ele tem saida pra phone e falante de 12'' do jeito que eu quero. Não sei no entanto se ele é um bom investimento na faixa de preço dele ou seria melhor um valvulado nessa faixa de preço. O que você acha?
    OBS: Também notei que existem muitos efeitos nesses amplificadores, mas como não conheço a qualidade dos efeitos em amplificadores de baixo custo não sei se seria interessante comprar um com vários efeitos e usá-los, ou se é mais interessante pegar um amplificador sem todos esses recursos e continuar usando só os efeitos da minha pedaleira Zoom G3. O que tem a dizer sobre isso também?
    Espero não ter dado muito trabalho, é que eu gosto de escrever bastante para poder enriquecer os detalhes. Dessa forma acredito que você possa me dar um conselho mais preciso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Thyago, pô, me empresta esse ex-sogro por uma semana, hein ?!...

      Quanto ao amp, estou imaginando que seu som não é extremamente pesado, já que tem strat, então se é para tocar em casa e em ensaios e pequenos shows, sugiro o Fender Superchamp XD ou o X2, são valvulados com circuito de simulação de amps e alguns efeitos, o falante é de 10" mas segura tranquilo um ensaio, inclusive fiz um show com minha banda na Fnac apenas com esse ampzinho + 1 Fender, sem levar nenhum pedal. Alternativamente, olhe o Yamaha Thr10, é animal mas é outra proposta de equipamento, veja as reviews no y2b. Um outra sugestão, ainda na área de simulação seria algum da linha Roland Microcube ou então Vox AD30VT. São todos ótimos equipamentos e todos eles já possuem efeitos, pode até não usar a pedaleira !

      Excluir
  8. Obrigado por ter me respondido. De todo modo acho que esses Fender não serviriam, pois ao jogar no google, não encontrei saída para Fones, e o problema das reclamações sendo resolvido vai ser um grande alívio pra mim.
    Eu comprei uma Strato HSS pra achar um meio termo entre os sons grunges pesados que eu faço e os estudos frequentes de vários ritmos que eu faço com guitarra. Já que não tenho condições de ter uma Strato SSS e uma Les Paul no momento, investi minha grana em uma Strato HSS até poder ter duas guitarras. Mas digamos que eu preciso fazer um som pesado tanto quanto preciso fazer um som leve :)
    Eu já testei algumas guitarras na loja usando esses Yamaha que você me aconselhou. Puz, não curti eles não, são uma chiadeira sem tamanho. Achei muito irritante, sem contar que acho que eles não vão dar volume pra bagunça do final de semana (final de semana eu posso fazer um pouco de barulho sem ouvir reclamação). Ou seja, ainda não sei exatamente o que comprar.
    OBS: A G3 satisfaz bem minha necessidade de efeitos, a questão é se o efetito dos amps vão ficar melhores que os efetuso dela. Eu obviamente usava os efeitos da minha aparelhagem antiga e deixava a pedaleira pra outros efetitos que faltavam e pra coisas que eu achava que não mereciam um pedal dedicado. Com essa mudança de aparelhagem, já não sei se vai valer mais a pena programar novos efeitos e distorções na G3 ou se vale a pena deixar ela como apoio aos efeitos do amp como sempre ficou entende?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi... Olha, conheço modelos legais, o problema é que parece que está havendo uma "seca" no mercado, os amps legais não estão chegando não sei porque... Um que é bem legal e tem saída pra fones é o Hughes Kettner Edition Blue 60r, é SS mas o som é muito bom, se conseguir encontrar um...

      Excluir
    2. Como eu já trabalhei om importações, eu tenho um bom conhecimento de mercado e de taxas. Trago sempre minha aparelhagem de fora do país, mesmo sendo taxado, encontro mais variedade e menor preço do que nas lojas daqui (tenho apenas que ter paciência pra demora na entrega). Acho que encontrar um não seria problema com vendedores de fora. Poderia de todo modo listar mais uns 2 ou 3 modelos pra eu ver qual deles me agrada?
      OBS: Desculpe por abusar da sua boa vontade.

      Excluir
    3. Sugiro ainda o Hiwatt G100 e também os combos da Line 6, são bem legais ! Lembra que amp só se compra se puder testar hein ?!

      Excluir
  9. Muito legal o Blog. não sou exatamente iniciante, mas como não manjo muito de regulagem, prefiro me considerar assim.

    Tem algo a dizer sobre os Amplis da Staner para fazer base parecem bem mais graves e robustos.

    Faço base em uma banda de Rock Clássico. Pode ser interessante se eu comprar um pedal EBX AcTone ou um da Vox ou da Joyo que simulam o som o Vox Ac 30 ?

    Comprar um valvulado no momento seria inviável para mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andre, olha, os amps da Staner que eu já vi são equipamentos mais para iniciantes mas eu não conheço a linha completa deles. Os que eu já toquei são adequados mais para tocar em casa mesmo. Quantos aos pedais simuladores, bem, na minha experiência os que têm resultado melhor são os digitais, que são bem caros, como o Fender FDR-1. Além disso, vc tem que ter um amplificador excelente, de preferência também valvulado, sem isso a simulação não soa muito convincente, ok ?

      Excluir
  10. Que marca/modelo você recomenda para quem deseja apenas tocar em casa? Sem apresentações ou algo do tipo, somente uso doméstico mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz Augusto ? Vc está falando de amplificadores, não é ? Nesse caso, isso depende basicamente de duas coisas, que tipo de música vc quer tocar e até quanto vc pode gastar ?

      Excluir
  11. Então, eu toco mais rock, heavy, um som mais pesado, e tenho em mente algo em torno de R$ 500,00 a R$ 600,00.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, nessa faixa de preços é difícil encontrar um amplificador bom para rock pesado, sugiro vc olhar esse stagg aqui, que vem com falante de 10" e simulações digitais:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-537733142-amplificador-para-guitarra-stagg-ga-40dsp-_JM

      Excluir
  12. Cara tenho uma POD HD500 e você me indica um valvulado pra empurrar ou um transistorizado irá fazer o mesmo trabalho com mais fidelidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil responder assim Fernando, vc está satisfeito com os timbres do seu POD ? Pretender usar o drive dele ou vai usar apenas os efeitos da pedaleira e o drive do amp ? Se for usar tudo do POD, talvez valha a pena alguma coisa da linha Fender Frontman. Agora, se quiser mesmo um valvulado, aí tem que olhar com mais cuidado, o ideal seria mesmo testar os amps na loja levando sua pedaleira e guitarra para ver o som que vc quer. abç.

      Excluir
  13. Tenho uma Nova System TC Eletronic para tocar em meus shows, porém ainda não consegui tirar uma boa distorção (High-gain) dela, então estou na dúvida se compro um pedal de drive para complementar meu set ou um amp valvulado (fender champ XD) para que eu possa utilizar de seus drives, acontece que em alguns eventos preciso tocar com fone pois não dão o amp, neste caso o que poderia fazer? Pois a gente lê muito blog falando sobre esta eterna briga entre transistorizados e valvulados. Tenho um Fender automatc 90w (transistor) tenho 1500 reais para investir (meu som é rock pop, soul, estilo fanckeado). Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, se eu entendi bem vc tem ótimos equipamentos, não acho que o seu som melhoraria com um pedal, talvez seja uma questão de vc acertar os patchs da sua pedaleira que é muito boa, fica difícil dar uma orientação mas sugiro vc olhar a questão das simulação de amplificador e caixas nos seus patches, só usar essas simulações com pedaleira em linha, existe também a possibilidade de vc acertar a equalização nos patches, troque uma ideia com quem tem pedaleira igual a sua, acho que paciência vc consegue um bom timbre sem precisar investir em equipamentos, ok ? abç.

      Excluir
  14. Parabéns pelo blog, ótimos posts, estou pretendendo comprar uma sx sst62, e um amplificador Giannini Cubo 20W com Efeitos, Falante 8´ - G8, só pra tocar em casa e treinar, o quer você acha? a grana ta curta e preciso de um pra começar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São equipamentos adequados para um iniciante. A guitarra muito boa. O amplificador também é adequado, recomendaria vc dar uma pesquisada nesse aqui, como alternativa:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-598024440-amplificador-para-guitarra-stagg-ga-20r-_JM

      Excluir
  15. Obrigado por responder tão prontamente e também pela dica. Já abusando de sua boa vontade, tem como me indicar um bom afinador?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o melhor afinador (de headstock) que eu já vi é esse aqui:

      http://www.stringsandbeyond.com/sns1sonofsng.html

      Excluir
  16. Obrigado por responder tão prontamente, e também obrigado pela dica, gostaria de saber se tem muita diferença entre os modelos stagg ga-20r e stagg ga-20dr? também gostaria de uma dica para afinador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse 'dr' é de digital reverb, quer dizer que ele já vem com esse efeito embutido, por isso é melhor.

      Excluir
  17. Olá. Estou me desfazendo do meu valvulado já que não posso tocar em volumes altos dentro de casa, não tenho mais banda e não vou estar em uma banda até terminar a faculdade. É um ótimo amp (um Alien Revenge 20w com 2x12"), mas a minha realidade hoje é outra. Estou procurando um amplificador solid state com falante de um falante de 12" pro caso de eu ocasionalmente fazer um som com alguns colegas, o que vai ser bem raro. Que tenha loop de efeitos, entrada para headphones (eu tenho um headphone de qualidade). Preciso também que tenha entrada USB, pois preciso de uma interface e assim mato mais um coelho na mesma cajadada. Consegue me indicar alguns modelos? Não queria passar dos R$1.500,00. Andei olhando nessa linha o Fender Mustang ii V2 mas fiquei com um pé atrás por observar que não tinha o potenciômetro para equalizar os médios. Além disso, me disseram que não tem como desligar as simulações de amp dele, o que é ruim já que eu tenho algumas simulações na pedaleira que eu gosto bastante de usar. Me disseram que só dá pra desligar a simulação de amp dele no Mustang iii v2, que está com o orçamente um pouco acima do que pretendo. O que você acha deste amplificador? Tenho meus próprios efeitos e não pretendo usar os efeitos do amp, mas é o único que eu consegui encontrar que tivesse todas as características que atendem minha realidade no momento. Poderia me dizer se é uma boa compra e se existem outras opções com as mesmas características pra eu poder pesquisar antes de me decidir? Não gosto muito de comprar algo conhecendo apenas uma opção. Decidi vir aqui e perguntar pra quem entende de verdade do assunto, pois nos fóruns muita gente que não sabe de nada dá pitaco! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Thiago, eu não conheço nenhum modelo que atenda a tudo que vc quer, em especial a USB, nessa faixa de preços. Não vejo problema com as simulações, isso aí evoluiu muito nos últimos anos e as simulações que vêm nos amps da Fender, Roland e outros costumam ser tão boas quanto as melhores pedaleiras. O Mustang eu realmente não conheço. MInha sugestão seria vc focar em ter um solid state de alta qualidade e deixar essas outras questões de lado, temos ótimas opções com amps da Hughes & Kettner, Borne, Fender, Hiwatt e Peavey, tem que ver também que o dólar está em um valor absurdo, não é a melhor época para comprar coisas top, certo ?

      Excluir
    2. Tem um cara me oferecendo um Peavey TF200 II com falante celestion mais volta em dinheiro. Conhece esse amp? Ouvi falar muito bem dele mas não faço ideia de quanto vale. Pesquisei na internet e não achei quase nada, inclusive preço, pois parece que eles foram substituidos pela séria "lvl". Não constam mais nem no site do fabricante. Sabe dizer se ele seria uma boa opção?

      Excluir
    3. Não deve ser Peavey e sim um Laney TF200 II. Se for isso mesmo é um amplificador muito bom, eu tenho um e adoro ele.

      Excluir
    4. Opa, isso mesmo, é um Laney. Sabe quanto ele está valendo? Parece que saiu de linha e não acho vendendo nenhum na internet pra ter uma base pra comparar os preços.

      Excluir
    5. Se estiver em excelente estado, sem ruídos, valvula do pré nova acho que vale entre 900 e 1200. Esse amp é animal, aqui tem um solo que eu gravei ao vivo tocando com ele:

      https://www.youtube.com/watch?v=IShIXA-U4FA

      Excluir
    6. Ele foi revisado (pelo meu luthier inclusive). Estou vendendo meu valvulado por 2500. O cara pediu pra trocar o dele e me voltar mil, mas achei muito baixo. Falei que pegava o dele mais 1500 em dinheiro. Acho que o amp dele, mesmo recém revisado, não é tão novo quando o meu (o meu está praticamente 0 bala, usei menos de 10 vezes) não vale 1500 pra voltar só mil. Considerei que o dele valha mil, nesse caso ele me voltaria 1500 em dinheiro.

      Excluir
  18. Boa tarde! Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo blog, é realmente muito bacana!
    Agora duas perguntas que se você puder responder, ficarei agradecido, haha.
    Sou iniciante e gostaria de saber se existe relação entre a potência do amp e os pedais de efeito, por exemplo: os efeitos soam melhores em amps de maior potência? Valeuu!

    ResponderExcluir
  19. Esqueci da segunda pergunta...
    Qual amp você indica na faixa de R$ 1.000 à R$ 1.500 ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Matheus, sugiro que vc leia esse post aqui:

      http://inicianteguitarra.blogspot.com.br/2013/03/seu-timbre-esta-ruim-toque-alto.html

      Quanto a indicação de amp, que topo de múscia vc quer tocar e qual é o resto do seu equipamento ??

      Excluir
  20. Bom dia!Opa, muito obrigado!
    Então, eu tenho uma jackson com dois humbuckers e um single, amp da meteoro (atomic drive 20 w). Gosto de tocar rock, blues, grunge e pretendo melhorar meus equipamentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nessa faixa de preços é mais complicado arrumar valvulado bom mas na linha SS tem opções muito boas, esse aqui é animal mesmo:

      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-650235511-amplificador-cubo-borne-evidence-200-150w-2x12-cacau-santos-_JM

      Se quiser uma coisa menor tem outros modelos dessa linha. Alternativamente, dê uma olhada nos Peavey e Line 6. Lembre-se que não se compra amplificador sem testar !

      Excluir
  21. Boa tarde Mad!
    Você acha esse cubo bacana, saca só:
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-659428885-cubo-amplificador-de-guitarra-peavey-vypyr-75-w-amplificado-_JM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom, falante de 12", boa potência e já tem efeitos e simulações embutidos, dispensando pedais e pedaleira. Só preste atenção na questão da garantia do equipamento, pois por ter uma eletrônica mais complexa a chance de problemas é maior.

      Excluir
  22. Amigo, tens conhecimento acerca dos amps borne? Refiro-me aos Vorax. Postagem muito boa.


    Abç

    ResponderExcluir
  23. Amigo, tens conhecimento acerca dos amps borne? Refiro-me aos Vorax. Postagem muito boa.


    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu não muita experiência com esses amplificadores, testei apenas alguns mais entry level e gostei, o projetista fez um bom trabalho baseado usando tecnologia solid state Fet, que possui alta impedância de entrada e, bem aplicada, simula razoavelmente o som das válvulas, vamos ressaltar que é bem mais fácil construir um amp SS de qualidade do que valvulado, isso em termos de criticidade de construção, portanto, se vc gostou do som do amp acho que pode comprar sem susto

      Excluir
  24. Olá! Parabéns pelo blog, li muito e consegui boas orientações para escolher a primeira guitarra que darei para meu filho.
    Sobre os Amplificadores, vi muitas recomendações sobre os modelos da Stagg, pois um de 20w com ajustes de drive delay reverb tem um preço mais acessível. Mas gostaria de saber sua opinião sobre o Blackstar ID Core 10w, pois é muito completo em efeitos, tem conexão USB e tal. Ele é tão bom quanto dizem as propagandas? Ou ainda vale mais a pena um Stagg de 20w?

    ResponderExcluir