terça-feira, 23 de setembro de 2014

Conseguindo o som de um humbucker com os singles ! Guitar Wiring radical e inédito!

Olá !!!

Bom, de início tenho que dizer que este não é um post para iniciantes, vamos tratar de um assunto mais avançado que são as alterações possíveis na parte elétrica da guitarra.

Pensei muito antes de fazer esse post, será que eu deveria colocar assuntos mais complexos em um blog para iniciantes ? A questão é que já estamos esgotando os assuntos básicos, essa é a verdade, não quero que esse seja um blog "morto", senão o máximo que eu faria daqui para a frente seria ficar atualizando os posts... De mais a mais, muitos dos leitores que começaram aqui há dois anos atrás (nosso blog completou ontem dois anos de existência!) já estão prontos para coisas mais sofisticadas, certo ?

Então vamos lá ! A parte elétrica da guitarra pode sofrer inúmeras modificações. Isso é conhecido como "guitar wiring". Vale a pena fazer ? Por que fazer ?

Bem, fazemos isso quando queremos uma sonoridade específica que não é possível de atingir com a configuração que temos na nossa guitarra. A questão é que existem dezenas de possibilidades, algumas interessantes, outras nem tanto.

O que eu acho é que esse assunto vai interessar somente para aqueles guitarristas que gostam de ficar "fuçando" as coisas (meu caso !).

Para compreender o assunto, vamos considerar o wiring (fiação) padrão de uma stratocaster. Ela vem com uma chave de 5 posições. Se a configuração dessa strat é a mais comum, SSS (3 singles), a chave (switch) vai nos dar as seguintes posições:

1 - Captador do braço;
2 - Captador do braço em paralelo com o captador do meio;
3 - Captador do meio;
4 - Captador do meio em paralelo com o captador da ponte;
5 - Captador da ponte.

Temos então 5 sons a nossa disposição com a combinação desses 3 singles. Particularmente, eu uso quase somente as posições 1 e 2, às vezes a 3 e as outras duas quase nunca. É uma questão de gosto pessoal. No entanto, alguns guitarristas gostam de algumas combinações diferentes. Por exemplo, alguns gostam da opção que permite ligar o captador do braço a qualquer momento junto com as outras combinações. Isso permite que você consiga ligar o captador do braço e o da ponte juntos, coisa que é impossível no wiring padrão, conseguindo um som próximo ao das telecasters.

Existe um site que é uma ótima compilação dos wirings alternativos, sugiro esse site a que se interesse em estudar o assunto:

http://www.guitarnuts.com/wiring/menu.php

No entanto cuidado, mexer na parte elétrica não é fácil e pode danificar sua guitarra, recomendo apenas se você possui bons conhecimentos de eletrônica e as ferramentas necessárias ! Senão, melhor consultar um Luthier ou pedir a ajuda de um amigo que conheça muito bem essa parte, ok ?

Feita essa introdução, vamos ao nosso caso. Muitos guitarristas preferem uma stratocaster na configuração SSH, ou seja, um single no braço, outro no meio e um humbucker na ponte. Isso permite que a guitarra seja usada para tocar um rock mais pesado, já que o captador humbucker tem um som mais poderoso. Ocorre que para fazer essa modificação, você tem que comprar um humbucker, trocar o escudo, pode até mesmo ter que aumentar a cavidade para o captador da ponte no corpo da sua strat, o que pode não ficar barato. Do ponto de vista estético, eu também prefiro o visual clássico de strat SSS.

Seria possível conseguir o som de um humbucker com os captadores single ?

Sim. Porque um humbucker nada mais é do que dois singles ligados EM SÉRIE. Então, se você conseguir ligar dois singles de uma strat em série, você consegue um som bem próximo de um humbucker, não exatamente igual mas próximo, e o melhor, bem usável !

O desafio é como fazer isso !

Quero uma strat que permita simular o som de um humbucker na ponte e outro no braço, e, ainda, que tenha o som tradicional das strats nas poisções 1, 2 e 3. Vamos conseguir isso se chegarmos a um wiring que permita a ligação dos singles em série. Minha proposta é a seguinte:

1 - Captador do braço (sem alterações);
2 - Captador do braço em paralelo com o captador do meio (sem alterações);
3 - Captador do meio (sem alterações)
4 - Captador do braço em SÉRIE com o captador da meio (simulando humbucker no braço);
5 - Captador do meio em SERIE com o captador da ponte (simulando humbucker na ponte).

Caramba, que wiring enfezado, teremos uma strat nas posições 1, 2 e 3 e uma Les Paul nas posições 4 e 5 ?!

 Bem, também não é tanto assim, mas o resultado ficará muito interessante !

Para fazer isso, vamos precisar de uma chave especial conhecida como Superswitch. Ela tem 4 seções de 1 pólo x 5 posições, vejam:

Superswitch

Essa switch não é barata, custa em torno de 12 dólares em sites como o Eyguitar. mas permite fazer quase todas as configurações possíveis.

Mas tem um problema. Bolar a "programação" dessa switch pode ser quase tão complicado quanto resolver um cubo de rubik !

Para resolver essa situação, criei um programa de computador, na verdade uma planilha excel onde você passa a configuração de captadores desejada e ela monta as conexões que devem ser feitas na superswitch ! Há uns anos atrás, divulguei essa planilha na extinta comunidade "Luthier Brasil (aberto)" no Orkut. O problema é que planilha contém macros e alguns levantaram a suspeita que pudesse ser um golpe para roubar senhas, coisa assim. A verdade é que esse alerta é muito válido, ninguém deve executar uma planilha com macros de quem não conhece, por isso não vou divulgá-la aqui. Imaginem se alguém tiver um problema, mesmo por outro motivo e culpar minha planilha...

Mas aqui está a tela da planilha indicando as conexões para a configuração acima:


Não vou ficar explicando como fazer a fiação, esse post não objetiva o "do it yourself", o diagrama acima deveria ser suficiente para quem entende saber o que deve ser feito, é coisa para quem sabe eletrônica.

Devo dizer que é fio para tudo quanto é lado, hehe, olhem só como ficou após a fiação estar terminada:


Como os entendidos devem ter percebido no escudo acima, o tone do meio foi desativado e um circuito Fender TBX foi usado como master tone, ou seja, atua em todas as 5 posições da chave, isso resolve em parte o problema do valor do potenciômetro diferente (recomendado 250k para singles e 500k para os humbuckers) que os singles e humbuckers exigem.

E o resultado ? Bem, ficou muito bacana ! Nada adianta eu gravar alguma coisa aqui em casa, no meu próximo ensaio vou tentar fazer um vídeo soltando o som da bichinha nas 5 posições !

Quem diria que essa strat, com esse visual tão tradicional, tem uma "surpresinha" radical no seu som, a galera vai ficar intrigada !


É isso, quanta informação hein ?! Abraço a todos !


13 comentários:

  1. olá, tudo bem? então, me perdoe se eu não procurei direito, mas eu gostaria muito que você publicasse uns posts sobre ligações para iniciantes. Eu venho procurado muita coisa sobre isso na web, e tenho achado muito difícil de entender os princípios, assim como acho a maioria dos diagramas muito complicados.
    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o problema de mexer com a parte elétrica é conhecer o básico de eletrônica, sem isso não adianta explicar e ensinar eletrônica foge um pouco do escopo do blog, sugiro que vc dê uma pesquisada nos cursos de eletrônica básica gratuitos e nos muitos vídeos no y2b sobre isso, ok?

      Excluir
  2. Excelente post meu amigo! Estava ansioso pela volta, achei até q tinha abandonado o blog kkk Seria legal postar mais frequentemente :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é tempo Matheus, abç !

      Excluir
    2. Esse é um problema de todos nós mortais :D

      Excluir
  3. Mad, qual a melhor guitarra (levando em conta preços não muito altos haha) para quem quer tocar hardcore/punk? Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, o modelo SG é uma boa pedida, caso vc goste dele, têm várias boas opções na SX, Epiphone, Golden, Vintage, instrumentos em várias faixas de preços dê uma pesquisada !

      Excluir
  4. olá amigo, eu tenho uma stratocaster MIM, com captadores custom sho 69. A guita tem timbre excelente. Bom, eu trabalho com parte elétrica e manutenção de equipamentos, e bolei um esquema parecido com o seu. No meu caso, eu mantive a chave com todas as posiçoes normais da strato, e coloquei um push pull no volume, que então liga os captadores em serie (meio/braço e meio /ponte), sendo que essa seleção ainda fica a cargo da chave seletora original. Ficou muito bom o resultado, e a guita tem agora todas as possibilidades de timbres. Pra quem não gosta de push pull, pode ser colocada uma chave rotativa no lugar do tone 2, e converter o tone 1 como tone geral, o que tb fica interessante. E o melhor, o visual fica exatamente o mesmo..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, bacana ! O interessante dessas mods é que sempre tem um novo jeito de fazer as coisas !

      Excluir
  5. olá amigo, eu tenho uma strato e e gostaria o seguinte nela. o captador do braço é um custom shop fat 50 meio fat 50 e ponte um dimarzio pd 189.
    eu gostaria de uma ligação tipo uma micro chave reversora 3 terminais para combinar o captador do braço com a ponte e também uma outra chave para desligar uma bobina do dimarzio. como ficaria o esquema elétrico?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No caso, vc tem um rails na ponte e quer colocar uma chave para transformá-lo em single e ainda ter uma opção de ligá-lo junto com o do braço, pelo que entendi. Possível é mas recomendaria apenas a chave para transformar o humb em single, não vejo muita vantagem em ligá-lo junto com o braço, isso se faz para conseguir um timbre mais próximo de uma telecaster com a switch na posição do meio, acontece que o som do rails defasado não é bem igual ao de um single de verdade, em todos os casos, se quiser fazer vai precisar de duas chaves, o funcionamento das duas é independente, não tenho um esquema para isso mas nem precisa pois é bem simples, qualquer Luthier faz isso para vc. abç.

      Excluir
    2. é isso mesmo que eu quero, simular o som de uma tele caster. como ficaria o esquema elétrico ?

      Excluir
    3. Fica assim::

      http://www.premierguitar.com/articles/19387-the-fabulous-four-mods-for-your-strat-tele-les-paul-and-super-strat

      Agora cuidado, o que muita gente chama de "som de tele" nada mais é do que o uso de pedal compressor tipo mxr dynacomp, muito usado pelos guitarristas country

      Excluir