quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Qual guitarra é mais adequada para mim ? (parte I)

Antes de você escolher qual a guitarra vai comprar, é importante escolher antes o modelo ou os modelos da sua preferência ou ainda. que sejam mais adequados para o tipo de uso que você pretende fazer dela.

É bom que se diga que boa parte dos iniciantes já sabe qual modelo comprar em função dos modelos usados pelos seus guitarristas preferidos, logo, é bem provável que um fan do Slash queira uma Les Paul, já um fan do Steve Ray Vaughan ou Jimi Hendrix provavelmente vai querer uma Stratocaster. Não há nada de errado nisso, entretanto, vamos analisar aqui as vantagens e desvantagens de cada modelo.

De cara, é preciso desfazer o mito de que existe "uma guitarra para cada estilo", como se costuma ler nos fóruns que "para tocar country você precisa de uma Telecaster", "para tocar jazz uma semiacústica", e tal... Isso não existe !

Nesse ponto, caso você tenha dúvidas sobre o que é, quais são as partes e como funciona funciona uma guitarra elétrica, sugiro que você leia antes o nosso Tutorial: partes de uma guitarra elétrica pois vamos usar alguns nomes de componentes que talvez você ainda não conheça.

Existem centenas de modelos de guitarras mas quase todos são derivados ou são variações dos três modelos mais conhecidos:

  • Stratocaster
  • Les Paul
  • Superstrat
Vamos analisar as características, vantagens e desvantagens de cado modelo. 

STRATOCASTER


Criada na década de 50 por Leo Fender e seus colaboradores, tinha um design revolucionário, princialmente pela sua ponte "tremolo" e se tornou o modelo de guitarra mais popular do mundo. Curiosamente, foi um instrumento concebido como evolução da Telecaster para os guitarristas de música country, mas sua extraordinária versatilidade e os sons incríveis  que Jimi Hendrix tirava das suas Fender Stratocasters transformaram o modelo no corpo e alma do Rock'n Roll ! As características principais desse modelo são as seguintes:
  • Construção com braço parafusado ao corpo ("bolt on")
  • 3 captadores montados sobre um escudo plástico
  • Ponte tipo "tremolo" (alavanca)

Fender Stratocaster

A configuração original dos captadores eram 3 "single coils". Essa configuração é conhecida como "SSS". Hoje, temos várias configurações de captadores, uma das mais comuns é que vem com 2 single coils, um perto do braço e outro no meio e um humbucker na ponte, conhecida como "SSH" (acho que vc já entendeu por que, não ?!). Se tiver dúvidas com esses nomes leia o tutorial recomendo acima. 

Pela sua versatilidade e robustez, é uma guitarra extremamente recomendada para os iniciantes. O timbre desse modelo fica lindo quando tocado "clean" (som natural, sem distorção), aquele som inconfundível, estalado e casa muito bem com o "drive" do amplificador ou pedais, o que a faz uma guitarra espetacular para tocar Classic Rock, Blues, Country, Pop, Jazz e outros estilos. A restrição que se faz é quanto ao som muito pesado. É claro que pode ser usada, principalmente na configuração "SSH", mas se você quer um som de extremo peso, melhor pensar em outro modelo...

Fender Stratocaster com Humbucker na ponte ("SSH")

Poderíamos falar horas sobre Stratocasters mas vamos voltar ao assunto muitas vezes em posts futuros, para não ficar cansativo, vamos falar sobre as vantagens e desvantagens desse modelo, do ponto de vista que mais interessa aos iniciantes, é lógico !

Vantagens:
  • Versatilidade: se adapta a vários estilos
  • Robustez: guitarra muito robusta, basta ver algum vídeo do SRV  tocando, hehe !
  • Peças: existe enorme variedade de peças de reposição para upgrades (melhorias na guitarra) ou substituição
  • Fabricantes: é o modelo mais copiado, consequentemente, têm muitos fornecedores com instrumentos nas mais variadas faixas de preços, stratocaster, você ainda vai ter uma !
Desvantagens:
  • Ruídos: os captadores do tipo single coil captam ruídos espúrios (no tutorial eu explico o porque), isso é um problema para quem gosta de usar muita distorção no som, a solução passa por mandar um Luthier fazer uma blindagem na guitarra ou mesmo substituir os captadores por modelos que não possuem esse problema (conhecidos como "noiseless), infelizmente estes caps são caros.
  • Alavanca: não é propriamente uma desvantagem mas a alavanca das stratocasters não foi concebida pra "manobras radicais", como as pontes tipo Floyd Rose. O uso exagerado resulta em desafinação da guitarra. Existem dois modelos básicos de ponte de stratocasters, a chamada ponte vintage, que têm seis parafusos e a ponte pivotada, que é suportada por 2 pivôs. A ponte pivotada é bem melhor e mais estável do que a vintage mas só costuma estar disponível nos modelos mais caros. Quando bem regulada, essa ponte permite até algumas "manobras radicais", basta ver os vídeos do Jeff Beck !

Ponte tipo "vintage"

Ponte pivotada

A seguir, alguns vídeos mostrando o som característico das Stratocasters para você conhecer melhor. Na continuação do artigo, vamos analisar as Les Pauls, até lá e abraços !





15 comentários:

  1. Sou novato e quero tocar Guitarra Elétrica, qual a melhor pra mim ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ôpa, beleza ? Sugiro vc ler os posts do Tutorial: escolhendo meu modelo de guitarra ! Veja na coluna à esquerda. abç.

      Excluir
  2. cara vale a pena eu trocar minha ponte da strato da eagle por outra ponte custa cerca de 50 reais a ponte q eu vi eh q a minha ta enferrujando !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tente primeiro recuperar sua ponte, usandom gasolina e WD para limpeza. Verifique também se não seria suficiente trocar apenas os carrinhos da ponte, mantendo o resto, é mais simples e barato. abç.

      Excluir
  3. Cara, eu vi uma fender stratocaster que tinha 1 humbucker e floyd rose. Vale a pena comprar essa fender ou seria melhor uma superstrat, por exemplo, da Ibanez??

    ResponderExcluir
  4. Olha, essa Fender com FR possivelmente é japonesa, são ótimas guitarras, tem que ter cuidado com as falsificações (leia o post que eu escrevia respeito) mas se vc quiser uma guitarra com braço mais rápido pode ser legal pensar na Ibanez, abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, eu vi no próprio site da Fender, então não acredito que seja falsa. Eu gosto muito do som da fender stratocaster, mas gostaria também de fazer manobras "radicais" e de ter um som com mais sustain, por isso pensei nessa. Vi também que era uns 300$(dólares) mais caro do que uma fender normal( mais ou menos 1000$ no total). Obrigado pela resposta! abç.

      Excluir
  5. os captadores da telecaster sao piores do que os modelos strato por ter 3 captadore single ? tenho duvida em relação a isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não amigo, isso não quer dizer que são piores ou melhores, guitarra é como carro, existem vários modelos diferentes para satisfazer os gostos dos consumidores, a stratocaster é uma proposta de guitarra, a telecaster já é outra, nem melhor nem pior, apenas diferente.

      Excluir
  6. Olá,

    Não sei se em algum ponto do blog o assunto já foi tratado, mas gostaria de ver um material sobre "acústicas" e "semis".
    Infelizmente nada encontrei de útil e específico na internet, apenas Fóruns onde palpiteiros de todos os tipos tecem comentários por vezes esdrúxulos até mesmo para um leigo como eu. Nem mesmo consegui descobrir se o som delas, quando desligadas, permite ao menos o estudo.
    Seria legal um material, de preferência extenso e definitivo :D, sobre as mesmas.
    O blog é ótimo, com muitas informações interessantes e esclarecedoras.
    Grande abraço,
    Peter Zimmermann

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ser sincero, não entendo muito desse tipo de guitarra então nunca abordei esse assunto por aqui, sugiro que vc troque uma ideia com o usuário MMI no fórum cifra clube, é um cara gente boníssima e um dos mais entendem desse assunto na internet. abç.

      Excluir
  7. Muito boas as suas recomendações, estou querendo comprar uma guitarra para o meu filho e não tenho muita noção, vou ler os outros post que você passa mais dicas para poder me decidir.

    Obrigada pelas dicas, vão me ajudar muito!

    Abraços,
    Márcio Santos

    ResponderExcluir