domingo, 17 de março de 2013

Vale pena um iniciante mandar fazer uma guitarra em Luthier ?

Olá ! No último post vimos como é importante contar com um bom Luthier para regular nosso instrumento, de preferência em nossa própria cidade. E eu também comentei que um iniciante não deveria mandar fazer uma guitarra em Luthier.

Hoje, vou explicar o porquê !

Todo empreendimento envolve certos riscos. Ao encomendar uma guitarra para um um Luthier, o iniciante está correndo dois riscos:

  • Risco da guitarra não ficar "do jeito que ele imaginou" !
  • Risco da encomenda sofrer atrasos ou mesmo de nem ser entregue.
Vamos analisar porque isso acontece:

Em primeiro lugar, é preciso entender que a grande vantagem de encomendar uma guitarra é ter um projeto personalizado para suas necessidades pessoais, ou seja, conseguir aquilo que não se encontra nas guitarras de linha. Ora, mas um iniciante sequer sabe quais são suas necessidades ! Estou mentindo ?! Temos uma ampla oferta de marcas e modelos, será que nenhum deles atende as necessidades de um iniciante ?! Pouco provável, não ?... 

Evidente que só um músico que toca há muitos anos, tem estilo definido e sabe exatamente o som que quer tirar pode definir como será o seu projeto personalizado.

Mas o iniciante, quando resolve "mandar fazer" um guitarra com Luthier está na verdade motivado por idéias erradas, como as seguintes:
  • "Gibson e Fender é só marca ! Vou encomendar uma cópia com a mesma qualidade e assim não pago pela marca !"
  • "As madeiras brasileiras são as melhores do mundo !"
  • "Vou mandar um Luthier fazer porque fica bem mais em conta !"
  • "Guitarra hand made é muito melhor do que as feitas em fábrica!
E por aí vai... Infelizmente, tais idéias são completamente equivocadas.

A começar pelas nossas madeiras. Existe no Brasil ótimo mogno e jacarandá mas a comercialização está proibida por razões ambientais. Mas madeiras clássicas usadas na fabricação de Strats e Teles, como alder, ash e maple não existem no Brasil e as que são utilizadas pelos Luthiers como substitutas nem sempre dão o resultado esperado.

Depois, existem processos de fabricação que poucos Luthiers conseguem reproduzir ou superar. Um exemplo é a pintura e acabamento. Notem que a maioria dos instrumentos de Luthier possuem acabamento natural, ou encerado, isso pela dificuldade que possuem com a pintura. Mas alguns são muitos bons nisso, mas esses são poucos. Outro exemplo são os braços de raio composto.

E por fim, infelizmente, a maior parte dos instrumentos de Luthieria são ou medíocres ou ruins, muito inferiores aos instrumentos de primeira linha das fábricas. Quem duvidar, favor pesquisar no Mercado Livre e notar as tosqueiras que estão a venda...

Não estou dizendo que não existam Luthiers (ou Luthieres, como queiram !) capazes de produzir instrumentos magníficos. Pelo contrário, temos hoje no Brasil custom shops como Zaganin e Music Maker que fazem instrumentos de sonho, isso para não falar dos artistas que fazem violões perfeitos ! Mas o preço é igual ou até mais caro do que as guitarras da Gibson ou Fender. E tem que ser assim !

Por quê ?!

Vamos entrar então na análise do segundo risco mencionado. O que eu vou falar aqui se aplica também para os hadmakers que fazem pedais e amplificadores. Vamos pegar um exemplo de um Luthier que trabalhe só, como são a maioria dos artesãos dessa profissão. Se esse cara tiver  maquinário convencional, possivelmente conseguirá fazer no máximo, umas duas ou três guitarras por mês. Ora, sendo ele um adulto, vai ter que sustentar sua família apenas com o lucro desses dois instrumentos. Para fazer um instrumento de primeira linha, serão gastos pelo menos uns R$ 2.500 em ferragens, captadores e madeiras. Então não tem como esse instrumento ficar barato, entenderam ?!

Mas infelizmente, alguns novatos querem entrar na profissão de Luthier, prometem entregar instrumentos a um preço muito baixo, vão pegando várias encomendas (e pedindo 50% do valor como adiantamento...), com isso, vão perdendo o controle das coisas e atrasando os pedidos, por fim, acabam ou sumindo do mapa ou entregando os produtos com um, dois ou mais ANOS de atraso ! Isso acontece muito com handmakers de amplificadores valvulados também !

Acreditem, isso é muito comum !

Mas o que acontece é que muitos iniciantes notam que quem cria um tópico em fóruns de guitarra falando que encomendou guitarra em Luthier recebe muita atenção e com isso, acabam se empolgando e entrando nessa furada, rsrs...

Então, se apesar disso tudo, você resolver "mandar fazer" uma guitarra, procure um profissional renomado que esteja há anos no mercado ou uma custom shop como as citadas acima.

Ah sim, e se prepare para os atrasos e SEJA HOMEM para arcar com suas decisões, porque uma das atitudes mais ridículas é a daquele moleque que encomenda uma guitarra ou um amplificador e depois de poucos dias de atrasos, vai "chorar as pitangas" nos fóruns e comunidades da internet para falar "socorro, fui roubado, vou matar, vou processar e tal " ! Um atraso de 4 ou 6 meses é totalmente normal nesse tipo de encomenda, seja por problemas de importação de peças ou outro tipo de imprevistos !

Abraços a todos, no próximo post vamos começar o papo sobre amplificadores !

14 comentários:

  1. Mais um ótimo post. Concordo com você: fazer instrumento em Luthier, só pra quem já sabe o que realmente quer, pra os mais experientes. Essa arte de fazer instrumentos não é pra qualquer um também."Quem não sabe o que busca, não identifica o que acha". Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou como disse o gato de "Alice no país das maravilhas": "para quem não sabe onde quer chegar, qualquer estrada serve !". kkkkk ! Abç.

      Excluir
  2. É meu amigo, você estava certo, veja esse tópico que está rolando no cifra club:

    http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/302463/

    ResponderExcluir
  3. Eu só compraria uma guita de luthier se fosse musico profissional. Não vejo motivo pra instrumentos desse tipo ficar na mão de amadores. Bom, mas cada um sabe quanto vale seu dinheiro... E quem sou eu pra falar de dinheiro nessa situação: meu sonho de consumo é uma music man, um roland jc-90 e uma pedaleira line 6...
    E essas fábricas precisam ter em mente o seguinte: creio que pelo menos uns 60% dos guitarristas do mundo são amadores e deveriam investir mais nesse tipo de consumidor, principalmente no setor de amplificadores, porduzindo equipos com alta qualidade sonora com o minimo de volume. Eu tenho um roland microcube e gosto muito dele, mas parece não haver muitos concorrentes pra ele, com exceção do recem lançado thr da yamaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc !Conheço bem o Roland Microcube. Para tocar em casa ou pequenos shows, recomendo ele ou o Fender Superchamp XD, que é o que eu uso atualmente. Abç.

      Excluir
  4. Por que dizem que guitarra LES PAUL com corpo em Alder não é legal? Qual sua opinião sobre isso? Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque a madeira clássica que é associada ao modelo Les Paul é o mogno, no entanto, a própria Gibson tem um modelo cujo corpo é feito de swamp ash, que é uma madeira muito utilizada em stratocaster, com sonoridade parecida com o alder, então creio ser mais uma tradição. Não existe uma equação exata para madeiras é mais uma coisa tipo "faça uma e veja como fica !", abç.

      Excluir
  5. Num dos seus comentários, você disse que possui uma guitarra pacífica 712, é verdade? Eu tenho uma desta que, com a idade avançada, acabou tendo uma das tarraxas quebradas. Queria manter tudo original, mas não consigo achar tarraxas originais. Alguma dica? Abração, Adilson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Adilson, que sorte a nossa de ter essa guitarra, hein ? As tarraxas originais são tipo autolock e existe um engenhoso sistema de "apoios" de metal para dar o efeito "staggered" (estagiadas). Creio que deve existir alguma tarraxa da wilkinson, gotoh, etc que possa ser adaptada nesses apoios. O que eu acho difícil é vc conseguir uma original !

      Excluir
    2. Tenho guitarras Fender e Gibson, mas continuo adorando minha yamaha pacífica 712, sorte nossa! Obrigado pelas dicas e parabéns pelo blog, excelente. Abração, Adilson.

      Excluir
  6. um amigo meu quer me vender uma strato montada e quer 300 reais sendo que ele gastou 800 reais nela, vale a pena comprar? ele me garantiu que a guitarra é muito boa, e é melhor que uma de fabrica, ele disse que esta precisando de dinheiro para comprar uma guitarra de 6000 reais. to meio desconfiado com o preço, mas vale mais a pena comprar uma guitarra na loja de 700 reais ou pegar essa usada de?

    ResponderExcluir
  7. Fica difícil de responder, se é uma guitarra montada temos que saber que peças foram usadas, madeira do corpo e do braço, captação, etc. Se puder mostrar umas fotos melhor ainda.

    ResponderExcluir